POESIA

Clique para abrir:
IMPERECIVEL TESOURO DO AMOR! - 11/02/17
O LAR COMO ESPAÇO ESPIRITUAL! - 11/02/17
GRATIDÃO A DEUS! - 04/02/17
BENÇÃO DE JESUS EM TUA VIDA! - 04/02/17
ALEGRIA DE AMAR! - 04/02/17
RECADOS DA VIDA! - 06/08/16
JESUS, O LIBERTADOR! - 06/08/16
JESUS, O MÉDICO! - 06/08/16
NOSSOS FILHOS! - 30/07/16
AGNUS DEI! - 23/07/16
CRIANÇA FELIZ! - 16/07/16
O VERDADEIRO AMOR! - 16/07/16
GRATIDÃO! - 18/06/16
PRECE DA ESPERANÇA! - 12/06/16
MAE! - 05/05/16
MAGNETISMO! - 23/04/16
PELA PAZ DO BRASIL! - 02/04/16
JESUS, O PORTO SEGURO! - 02/04/16
PASCOA DE JESUS! - 26/03/16
BENÇÃO DE JESUS! - 26/03/16
VOCÊ NO MUNDO! - 12/03/16
DEUS EM TI! - 12/03/16
QUEM DERA! - 08/02/16
VOCÊ NO MUNDO! - 12/03/16
DEUS EM TI! - 12/03/16
QUEM DERA! - 08/02/16
NATAL DE JESUS! - 12/12/15
TEU SORRISO! - 02/12/15
LIBERDADE, IGUALDADE E FRATERNIDADE! - 28/11/15
DEUS! - 17/10/15
































A estrela, o jasmim e o Poeta...


 







 


Vem até mim,
Oh estrela pequenina
Qual perfume de jasmim
Veja, de mim, o que restou...
Hoje, velho como estou
Dos erros que cometi
Depois de tudo que aprendi
Corrija-me, oh estrela pequenina
Vem ao meu peito e ilumina
Livrando-me da dor
Com o seu eterno Amor
- Espírito Afonso Guilhen
(psicografada na noite de 14 de Novembro de 2013, na Ave Cristo)



À espera de um Anjo...
 


 







 

 

Soluça o peregrino de saudades...
De alguém que partira cedo, do berço amado,
O filho, que um desalmado,
A vida lhe sequestrara.
Onde, agora, estará?
O anjinho que se libertara,
Por certo, algum outro Anjo o ampara,
Em longínqua Esfera...
Perene de luz e eterno amor Sob as bênçãos de Nosso Senhor.
- Espírito Afonso de Guilhen
(Psicografada na tarde de 09 de Novembro 2013, durante a reunião de Fluidoterapia na Ave Cristo)



Jesus, meu Caminho!














Jesus, meu caminho...
De verdade, vida e carinho
Que Dele sempre emana...
Ao nosso Espírito proclama:
“Vinde a mim vós que sofreis”
Por isso, não esqueceis
De Jesus, o Evangelho Santo!
Siga em frente e enxuga o pranto
Que Ele te segue, ama e ampara
Sem que você se dê conta,
E, inúmeras vezes, sem conta...
De Jesus esperas o Amor
Enquanto de ti, espera Ele, o labor
Assim, prepare a enxada
E dirija-se à leira Que ao Sol de cada dia,
Ele colocará no azul do teu céu interno
Uma estrela que te guie
Pelos caminhos de Amor sem fim...
- Espírito Afonso de Guilhen
(Psicografada na tarde de 09 de Novembro 2013, durante a reunião de Fluidoterapia na Ave Cristo)



Hino ao Entardecer











Tarde de Jesus em que o poente incendeia-se e reluz de cores esfogueadas de vermelho-laranja pinceladas sobre o azul celeste.
São cores que brincam nos Céus como se despedissem do dia.
Enquanto, o chão do planeta recamado de verde, reveste-se de flores.
Quem as vê, com olhos da alma, logo irá recordar-se dos amores de antanho.
Ah, que saudades!
Ver ao longe os flamboyants em flores encapeladas de vermelho-rubro, a refletirem os últimos raios do Sol.
É neste cenário que todos os Espíritos Guardiães da Natureza, nesta tarde, deram o seu leve toque de arte, para comporem com maestria, toda beleza deste entardecer, como se fora um grande hino de louvor à Tarde de Jesus. - - Espírito Afonso de Guilhen
(Psicografada durante a reunião mediúnica de 07 de novembro 2013, na Ave Cristo)



maria!




Por Ti dedilho a harpa
De meu coração em farpas
Dele extraio notas doridas
Para que, nas alturas sejam, por Ti acolhidas.

Oh! Santa Maria
Que tanto por nós tens rogado
Seja na dor, na morte ou no esplendor;
Ensejando sempre o norte
Cubra-nos, agora, com o manto
De teu Sublime Amor.
-Espírito Afonso de Guilhen
(Psicografada durante a reunião de Fluidoterapia de 12 de janeiro 2013, na Ave Cristo)



o dia de finados




Magnífica é a vida que Deus nos deu, para apagar-se no túmulo frio.
Magnífica é a vida que Deus nos entrega, para exaurir-se no último suspiro.
Magnífica é a vida que Deus preserva em cada ser, para não merecer de Dele, toda a proteção para todo o sempre. Pois, o calendário de Deus é eterno, tanto quanto Ele.
Por isso, o Dia dos Vivos da Eternidade é hoje e todos os dias...
- Espírito Afonso Guilhen
(Psicografada durante a Reunião de Fluidoterapia na Ave Cristo, tarde de 02 de Novembro de 2013)



o esforço de deus




Quis a rosa ceder o seu perfume e o vento incumbiu-se dessa missão.
Soprou e soprou em todas as direções para que o maior número de pessoas pudesse conhecer a sua pura e perfumada mensagem.
O orvalho ao saber da novidade, também se propôs a cooperar e, desde a madrugada seguinte, ofereceu suas gotas para passear por suas pétalas a recolher a essência do éter perfumado, ampliando o trabalho.
O Jardineiro, pela manhã, ao notar o viço da rosa e o serviço da Natureza, cuidou então, de cultivar a terra.
Molhou o canteiro e protegeu os arbustos da roseira, que ali pendiam em cachos com botões rubros, ansiosos por abrirem-se e entregarem-se, o quanto antes, ao trabalho de servir.
Servir ao que passa anônimo no caminho.
Foi assim, que os esforços da rosa, do orvalho, do vento e do jardineiro benfeitor operavam para que a beleza e o perfume da rosa encantassem aos olhos e olfatos humanos de quem por ali passasse.
Mas, que pena! Ninguém, ninguém, pode perceber o trabalho e o esforço da Natureza em lutas.
Mas, Jesus que tudo vê e sabe, vive a multiplicar as rosas e os roseirais pelo Mundo, na esperança de que o homem as aperceba e quem sabe se sinta feliz, ao constatar que Ele, de há muito lhe fala ao coração pela singela mensagem da rosa.
- Espírito Afonso Guilhen
(Psicografia de 24 de setembro 2011, Casa do Caminho Ave Cristo, Birigui)


transição planetaria


 

A transição planetária começa no coração de cada um.
É a transição do ódio para o amor; do egoísmo e da indiferença para a compaixão.
Só estaremos habilitados c compreender a dimensão da dor humana, a partir de nós mesmos, se imprimirmos a reforma intima, que é uma das bandeiras da Codificação Espírita.
Sem a auto-transformação não conseguiremos modificar a paisagem do entorno, não comoveremos aqueles aos quais falamos ou dirigimos. É preciso destruir em nós, pela força do Amor, ódio e a indiferença pela dor alheia.
A fúria com que a Natureza se nos abate, nestes dias, tem o tamanho de nossa negligência em amar, perdoar e em compreender os nossos irmãos do carreiro existencial.
Não pensemos que somos os eleitos do Senhor, somente porque professamos a fé espírita. O passaporte para um mundo melhor que se constituirá a Terra da Era do Amor, exige as credenciais do amor para conquistarmos o direito de aqui permanecermos juntos de nossos amores.
Caso contrário, seremos transferidos compulsoriamente para os mundos distantes e solitários que rolam pelos desertos infinitos do Universo, para lá, auxiliarmos aqueles que se acham mais atrasados intelectual e moralmente do que a Terra..  Assim, meus queridos irmãos, porfiemos pela libertação de nossos vícios, sejam eles os do pensamento ou do comportamento.
Portanto, declarem-se em guerra interna para que a luz vença as trevas da ignorância, dos instintos mal aplicados, da cupidez, da inveja, do ciúme e de qualquer espécie de discriminação e violência contra os nossos irmãos.
Que o Senhor estenda-nos as mãos, nesse momento, e nos fortaleça a crença para conquistar a paz do coração e o sacrossanto direito de seguir com Ele na Terra e nos Céus que a circundam.
- Espírito Flamínio
(Psicografia de 19 de Março de 2011, na Casa do Caminho Ave Cristo, Birigui-SP)